Junho 22, 2018

Novo membro na equipa de desenvolvimento




Faz quase dois meses desde que o André apareceu na MD3 (já foi há tempo suficiente para não nos lembrarmos se foi numa manhã de nevoeiro). Começou a 2 de maio, e a partir daí, “pegou de estaca” na equipa de desenvolvimento e não mais parou.

O André Cristiano tem 25 anos e vive numa pequena aldeia chamada Colmeias, ali nos arredores de Leiria (podíamos fazer piadas com mel e abelhas mas somos mais fortes que isso) e diz orgulhosamente que sempre viveu e estudou na cidade do Lis. Um homem da terra a defender uma empresa da terra, sim senhor!
Sobre a sua vida escolar, terminou, tal como muitos colegas da sua equipa. a licenciatura em Engenharia Informática, no Instituto Politécnico de Leiria (IPL). Recebeu o canudo há dois anos e começou imediatamente a trabalhar em desenvolvimento na web.

A sua vida profissional iniciou-se na startup Smartidiom, uma empresa dedicada à tradução de conteúdos, situada na incubadora D. Dinis. O André tinha a função de Front-end Developer, onde trabalhava mais especificamente com php e javascript (com uns toques de html e css). Na sua equipa de desenvolvimento estavam apenas quatro elementos, em que um deles era o orientador que geria o projeto entre os trabalhadores e a chefia. Por lá ficou dois anos, antes de se vincular na melhor empresa do mundo: a MD3.

Porquê a MD3? Para o André a MD3 era uma novidade (afinal não sabias tudo sobre Leiria!) e logo que ficou a conhecer a empresa pelo Fábio (que lá tinha entrado há poucos meses) e ficou realmente interessado com o projeto. Isto em fevereiro porque em abril já cá estava como software developer! O André disse-nos que “estava interessado em encontrar um novo emprego onde pudesse melhorar” e na entrevista percebeu que era exatamente ali que “queria estar”. Além da oportunidade de aprender, viu na MD3 o sítio essencial para ter uma relação saudável com os colegas de trabalho.

O André gosta muito de ver cãozinhos na internet

Sobre ele e os seus hobbies, disse-nos que desde criança sempre adorou jogos, fossem de Computador, Playstation ou até mesmo a mítica Sega Megadrive. E pelo que se sabe, este vício ainda não o largou nos dias de hoje! Também adora conhecer sítios, culturas e pessoas novas por isso uma viagem deve estar para breve. Barcelona está nos planos!

Para finalizar e perceberem como o André funciona dentro da empresa, saibam que ele gosta muito mais deste café do que aquele que bebia na antiga empresa. Quanto a refeições, o André é uma larva. Os seus lanches são autênticos brunchs: duas torradas, um kiwi, uma maça, um iogurte, uma garrafinha de água. A própria mãe diz que já não o tem como sustentar!

Esperamos que estejas a gostar da experiência MD3. Obrigado e boa sorte nesta aventura, André!

 

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Maio 15, 2018

A primeira mulher no nosso departamento de development!




É com grande orgulho que a MD3 apresenta a Sara, a primeira mulher no departamento de software development da nossa empresa!

Caiu de pára-quedas na nossa empresa há pouco mais de um mês, entrou num departamento que contava com 100% de homens mas tornou esse possível problema em virtude e, em pouco tempo, sentiu-se parte integrante do projeto e da empresa. É ela a mais recente aquisição da MD3: Sara Tomaz!

Quando questionámos a Sara para falar um pouco sobre ela, por incrível que isso possa parecer para um cidadão comum, respondeu-nos ao fim de algumas perguntas que, para ela, é mais difícil falar sobre si própria do que fazer development (o que para um tipo da área do marketing que está a escrever este artigo isso não faz qualquer sentido).

Comecemos então por introduzir a Sara (assim como quem mostra o cartão de cidadão). Tem 27 anos, vive no Coimbrão, perto de Leiria (mas viveu os últimos dez em Lisboa) e é  a primeira rapariga no departamento de development (até porque nos restantes departamentos – design e clipping – são as mulheres quem mais ordenam!) . Sobre esta questão prefere aceitar o facto de ser “a primeira” mas que espera “não ser a última”. Claro que tivemos de perguntar como é trabalhar 8 horas por dia só com homens. Disse-nos que era exatamente “o mesmo”!

Por incrível que possa parecer, a Sara não vem da área da Engenharia Informática, como praticamente todos os últimos casos que entraram neste departamento. Aquando da sua escolha universitária, fascinou-se pela Engenharia Geográfica, e mais tarde fez pós-graduação em Gestão Integrada da Orla Costeira. Depois da experiência dos estudos surgiu o trabalho: esteve nos últimos três anos no Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA), fazendo parte da equipa de engenheiros  de três European Satellite Data Projects onde aprendeu muito daquilo que sabe hoje.
Sara, fica a saber que a partir daqui todos vão querer connects do IPMA para saber a melhor altura para tirar férias este ano!

O primeiro dia da Sara (à esquerda) na MD3

Sobre si e os seus hobbies, diz-se ser uma “apaixonada por moda” e ter uma “obsessão secreta” (avisamos que deixou, a partir deste momento, de ser secreta) por sapatos. Por outro lado, aprecia ler um bom livro e também de viajar além fronteiras. Também tem uma gata chamada Aurora!

Depois de estar em tão prestigiada empresa, porquê a MD3? A Sara queria um novo desafio e viu na MD3 o “sítio certo para fazer algo diferente”. Lembra também que a sua entrevista de admissão com o nosso CEO passou-se no café do Aeroporto e que, parecendo que não, isso fez toda a diferença e explicou bem as “boas vibrações” que a MD3 passa diariamente.

Para o futuro, deseja a nível pessoal “aprender ainda mais” e conseguir “superar-se” a cada dia. Já para a MD3, quer em conjunto com a sua equipa, levar a empresa ainda mais longe! Também queremos isso por isso estamos quites. Bem-vinda, Sara!

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Abril 26, 2018

«Vamos sentir falta do bom ambiente de trabalho»




Os nossos estagiários despediram-se da MD3 na passada semana, concluindo pela segunda vez o estágio curricular em Leiria.

David Rocha e Rodrigo Ervilha, ambos de 18 anos, concluíram na semana passada mais uma etapa nas suas vidas estudantis, ao concluir pela segunda vez o estágio curricular em Leiria, na empresa MD3. A parceria entre a Escola Básica e Secundária da Batalha e a MD3, resultou na segunda experiência dos dois jovens na nossa empresa. A primeira já tinha acontecido num estágio de verão realizado no mês de julho, do ano passado (2017).

Tanto o Rodrigo como o David, alunos do curso de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, tiveram oportunidade de ganhar uma maior experiência profissional, aprendendo mais a fundo questões tecnológicas e de scrum, durante os últimos três meses. «Se fosse necessário fazer um terceiro estágio, seria a MD3 a empresa que escolheríamos», confessam. Sobre a questão de que mais gostavam na empresa, os dois responderam que o bom ambiente de trabalho e a teamwork em cada área foi o que o mais os fascinaram.

Entre outras aprendizagens, os dois tiveram oportunidade de participar e organizar o 1º MeetUp em Leiria, sobre a tecnologia ElasticSearch.

O Rodrigo foi outro dos nossos estagiários, aqui na preparação do evento Meetup

Para um próximo estagiário que decida concorrer à MD3, o David e o Rodrigo aconselham que esse jovem tenha «força de vontade, uma boa capacidade de reflexão e vontade de aprender». E sim, estamos com uma vaga aberta para o verão, que a poderão ver com mais atenção aqui.

A concluir agora o 12º ano, os jovens prestam agora as provas finais para terminar o ensino secundário e assim dar asas à universidade e, quem sabe, voltar um dia à MD3 em regime full-time. «Gostávamos de um dia poder trabalhar numa empresa com o ambiente que se vive na MD3», rematam. Força meninos, bons estudos e façam-nos novas visitas com bolos e champanhe.

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Abril 18, 2018

Estágio de verão é nova possibilidade na MD3




As candidaturas aos estágios de verão PEJENE abriram para os estudantes hoje, dia 18 de abril

A MD3 candidatou-se, a candidatura foi finalmente aprovada e agora esperamos pelas vossas candidaturas para concorrer a um estágio de verão, caríssimos estudantes do Ensino Superior.

O PEJENE – Programa de Estágios Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas, promovido pela Fundação da Juventude já vai na 26ª edição e continua a dar que falar nos verões de centenas de estudantes de universidades e politécnicos.

Sobre este projeto podemos explicar que se enquadra como um dos vetores estratégicos de atuação da Fundação da Juventude (Emprego e Empreendorismo) e contribui essencialmente para ultrapassar a barreira da falta de experiência e de currículo que atravessam jovens alunos do ensino superior. Este programa procura sobretudo oferecer uma maior e melhor preparação para o mundo do trabalho, com inúmeros casos de sucesso desde 1993. Melhores aptidões pessoais e profissionais aliados a um aumento de conhecimentos num ambiente real de trabalho são algumas das grandes vantagens de quem se quer aventurar num estágio de verão.

O programa de estágio de verão da PEJENE

Desde o dia 18 de abril que já é possível todos os alunos terem acesso à lista de empresas para as quais se podem candidatar. De forma mais filtrada, podem escolher o distrito (ex: Leiria) e a área de influência (ex: Engenharia Informática) que desejam, de modo a facilitar todo o processo.

O estágio de verão é uma real possibilidade na MD3, neste caso para o cargo de Software Developer. Queremos alguém interessado, com facilidade em deslocar-se para Leiria e que tenha bons conhecimentos em POO e em programação web (conhecimentos em Python são uma mais-valia). O estágio tem a duração de dois meses, que estão designados entre os meses de julho e agosto.

Para se candidatarem ao estágio de verão da MD3 basta seguir este link e enviarem o vosso currículo. Só temos uma vaga disponível por isso o melhor é despachares essa candidatura! Ficamos à tua espera.

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Abril 12, 2018

Os Software Developers não param de crescer na MD3




Já está há mais de um mês na nossa família, chegou para o lugar de Software Developer e dá pelo nome de Fábio Santos. É ele uma das caras novas da MD3 e quisemos conhecer melhor o seu percurso académico e profissional, o que o motivou a escolher a nossa empresa e quais os seus gostos pessoais. Vamos a isto!

O Fábio tem 26 anos, completos no passado 29 de janeiro (mais um que faz questão de entrar na MD3 depois do seu aniversário só para não dar bolos à malta! edit: ele disse-nos que poderia existir bolo por outros motivos. Ficamos então à espera. Do bolo, não dos motivos), vive em Porto de Mós e fez questão de nos dizer que é do signo aquário. Podemos então fazer uma ponte espetacular para afirmar que o Fábio entrou como peixe na água neste belo oceanário que é a MD3.

Mas bem, deixemos as gírias marinhas de lado e vamos lá perceber o seu percurso académico. Estudou até ao ensino secundário em Porto de Mós e daí partiu para a faculdade onde também se manteve no distrito, na cidade de Leiria, no Instituto Politécnico de Leiria (IPL). Concluiu o curso de Engenharia Informática em quatro anos e lançou-se em busca do mestrado em Engenharia Informática – Computação Móvel, onde vai a meio do processo, de momento. Mas, admite, não quer ficar por aqui. Mais para a frente quer fazer uma pós-graduação em gestão de sistemas informáticos, de forma a garantir os melhores conhecimentos de planeamento, projeto e gestão.
Empresas inovadoras como a Google e a Tesla são as grandes referências do nosso novo membro.

Aqui está a prova que eles existem: um developer dado ao exercício físico!

A nível profissional, tudo iniciou-se há sensivelmente dois anos e meio, quando o Fábio integrou a Bicimax (web developer) onde essencialmente desenvolvia e optimizava aplicações internas para suportar o negócio B2B. Seis meses depois, integrou o departamento informático da La Redoute e por lá ficou dois anos, com algumas noites mal dormidas, diga-se. Em março deste ano decidiu  dar uma nova vida ao seu dia-a-dia e aceitou o desafio da MD3 para integrar a equipa de Development, como Software Developer. Até agora, diz que encontrou o “ambiente certo” para desenvolver as suas habilidades e aperfeiçoar-se profissional e pessoalmente (ficamos corados).

Hora dos hobbies. Aqui o Fábio é um verdadeiro desportista! Gosta de fazer o seu jogging à beira-mar, longas caminhadas pelas montanhas mas também de aventurar-se pelo Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros na sua bicicleta. O importante é manter-se vivo e saudável! (a ver se o resto da malta da empresa aprende alguma coisa com isto).

Bem-vindo Fábio! Esperemos que a MD3 seja um grande passo na tua carreira. Como dizes, e bem, crescemos juntos!

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Abril 9, 2018

MD3 vence concurso internacional da Barilla!




Estamos de parabéns! O nosso departamento de design recebeu o prémio referente ao 3º lugar do concurso.

A marca nº1 de massas em Itália, e uma das mais famosas em todo o mundo, propôs um concurso aberto a todos os que quisessem desenhar uma nova embalagem (packaging) de massas, naquela que seria uma edição especial e limitada sobre a nova publicidade que envolve o famoso tenista Roger Federer. De quase uma centena de projetos, a MD3 foi um dos vencedores do concurso internacional da Barilla!

Ficamos em 3º lugar, apenas atrás de dois outros projetos: Abdiel Hernan (México) e Samira Rafi (Marrocos), 1º e 2º classificados do concurso, respetivamente.

Esta “vitória” caiu com imenso orgulho na nossa empresa, já que a quantidade de participantes que estavam a concurso com a MD3 eram mesmo muitos. Ao todo, 91 projetos foram aprovados, de 64 diferentes contribuidores. Como se estes números não bastassem, estes projetos foram enviados de 30 países, de 7 línguas diferentes.

Federer é a cara da mais recente publicidade da Barilla

Depois do anúncio dos 3 vencedores, a marca Barilla justificou a nossa escolha para o 3º lugar do concurso. “We liked the concept of becoming a master, starting from or ending by (depending how you read it) the n°1 position you put at the core. We appreciated also the manifesto selection you wrote around n°1 and give you the right rules to reach it”.

Por questões de confidencialidade, nenhum dos vencedores poderá revelar as suas artes finais. Mas, acreditem, ficou com aquele “toque de mestre”!

Quanto à campanha publicitária, que também pode ser vista atualmente em muitos canais nacionais, tem como título “Masters of Pasta” (em português “Mestres da Massa”) e fala sobretudo de como o melhor tenista da atualidade Roger Federer, pode também chegar a nº1 na arte de cozinhar o melhor prato de massa do mundo. A tarefa não se revela nada fácil, mas com algumas dicas do chef italiano Davide Oldani e alguma prática do suíço, o vídeo termina com o sucesso culinário de Federer.

E uma coisa é certa: este será o primeiro de muitos concursos. Vemo-nos no próximo!

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Março 26, 2018

Novidades no departamento de Development




Na nossa empresa desde o dia 1 de março, o Mateus é o mais recente membro da MD3. Quisemos descobrir um pouco mais sobre o seu percurso e o que o motivou para querer vir trabalhar para a nossa empresa e assumir um lugar no departamento de Development, neste caso na posição de Front-end Software Developer.

O Mateus Silva tem neste momento 26 anos, já feitos no passado mês de janeiro (uma pena que assim só temos bolo de aniversário para o ano) e tem como principal curiosidade o facto de ter nascido, estudado e trabalhado sempre na cidade de Leiria. Podemos até chamá-lo um “Leiriense de gema”!

Em termos de estudo, a sua licenciatura ficou concluída em 2015 no curso de Engenharia Informática, no Instituto Politécnico de Leiria (IPL). Acabada a licenciatura, iniciou ao mesmo tempo o mestrado em Engenharia Informática – Computação Móvel (só lhe falta terminar a tese!) e lançou-se no mercado de trabalho, quando  integrou a função de Last Tier Helpdesk  na empresa têxtil La Redoute. Esteve cerca de dois anos na empresa e, quando surgiu oportunidade de integrar o departamento de development da MD3, não pensou duas vezes e enviou o currículo porque viu a possibilidade de integrar uma equipa nova como uma forma onde poderia “trabalhar as habilidades e ao mesmo tempo aprender”.  Segundo o próprio, e felizmente, até agora não se decepcionou com a sua escolha.

A menina dos olhos do Mateus

Também quisemos saber o que o Mateus gosta de fazer nos seus tempos livres, quando não está a programar. Disse-nos que uma das suas paixões é a fotografia e que associa essa paixão a várias “chapas” que tira a paisagens e carros, outras das coisas que contempla. Aliás, apesar de só ter entrado agora, o Mateus tem o carro mais vistoso de todo o estacionamento da MD3: um Datsun 1600 verde (dos anos 70). E nem é preciso falar do carinho que nutre por ele!
Entre outras atividades, destaca o seu gosto por música, mais propriamente pela guitarra acústica. Ficamos à espera de um concerto, nas nossas instalações. Muito boa sorte nesta tua nova etapa!

Se também achas que tens talento suficiente para entrar na nossa empresa, lembra-te que temos vagas disponíveis aqui.

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Fevereiro 1, 2018

Crescimento no nosso Design em Leiria




Hoje damos as boas vindas a um novo membro na nossa equipa de Design em Leiria, o Rui !

Estamos a crescer sem parar, está a ser um ano muito positivo para a nossa equipa e com a chegada do Rui, vamos poder fornecer um melhor serviço no Marketing Digital e poder levar a nossa equipa de Design em Leiria a novos horizontes.

Neste momento sentimos que existe uma procura muito grande pela promoção e divulgação de produtos e serviços na web, sempre através de um bom Design, mas sem uma forte estratégia de Marketing Digital, poderá ser dificil obter os resultados pretendidos. Estamos assim convictos que somos agora ainda mais competentes a prestar este serviço.

E claro, um pouco sobre o Rui, ele é: um rapaz na casa dos 25 anos (não fosse ele ter mesmo 25!), é regionalista pois também vive na cidade de Leiria não que isso fosse importante, é criativo tanto nas horas de trabalho como nas horas de almoço. Ainda estamos à procura de defeitos, mas isso não deve tardar. Vamos dar-lhe a possibilidade de se revelar nos próximos dias e depois atualizamos por aqui as novidades.

Temos já muitos clientes que vão beneficiar dos conhecimentos que ele vai trazer para a nossa equipa, e esperamos poder aprender e partilhar todos os conhecimentos que temos vindo a desenvolver à medida que continuamos a crescer. Para todas as empresas que procurem uma boa estratégia de Marketing Digital, fica aqui a “Dica”, agora somos ainda mais competentes nesta área, e esperamos com isto demonstrar a nossa espectacular qualidade no Design, se está curioso veja aqui alguns trabalhos, alguns ( esperamos nós ) já identificam o melhor Design em Leiria

Estamos sempre abertos a novas candidaturas ou a novos desafios, e 2018 está a demonstrar-se como um ano de crescimento muito fixe .. aqui fica .. Bem vindo Rui 😉

Autor do artigo
Partilhar Notícia
Setembro 18, 2017

MD3 & HAProxy – Partner exclusivo Portugal e Espanha.



MD3 é agora partner exclusivo da HAProxy Entreprise em Portugal e Espanha. Após a implementação com sucesso da HAProxy na infraestrutura do grupo Mediatree, o estreitar de
relações entre as duas empresas resultou nesta parceria que visa dar oportunidade aos clientes da HAProxy em Portugal e Espanha de terem um contacto local para desenvolverem o seu negócio.

HAProxy é uma solução rápida e robusta para high availability, load balancing e proxy para TCP e aplicações HTTP. A sua principal vantagem é a sua velocidade e a capacidade de saturar facilmente uma ligação 1Gbit/sec em Linux, servindo até 40000 hits p/sec.
Entre os principais clientes encontram-se Twitter, Instagram , Stack Overflow & Serverfault, GitHub , Reddit, airbnb, Alibaba.com, DISQUS, entre outros.

Para mais informações contactar: comercial@md3.pt

Autor do artigo
Partilhar Notícia